7 estratégias para ensinar alunos com TDAH

Mãe ensinando ao seu filho com estratégias para ensinar alunos com TDAH

Estratégias para ensinar alunos com TDAH: dicas para educadores

De acordo com Associação Brasileira do Déficit de Atenção: “O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção inquietude e impulsividade. Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). Em inglês, também é chamado de ADD, ADHD ou de AD/HD”.

O TDAH afeta cerca de 5% das crianças e pode acarretar muitos prejuízos no desempenho escolar. Esse transtorno dificulta na aprendizagem da criança, pois é caracterizado pela falta de concentração e hiperatividade, que são componentes que prejudicam o desenvolvimento do aluno em sala de aula.

Os professores precisam ter uma preparação e estratégias para ensinar alunos com TDAH. Com finalidade de oferecer recursos que os ajudem a otimizar melhor o aprendizado. Além disso, esses aspectos são importantes para ajudar a criança no seu desenvolvimento.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas de estratégias para ensinar alunos com TDAH. Esse é o post de hoje. Boa leitura!

7 estratégias para ensinar alunos com TDAH

  1. Buscar uma boa comunicação com a família

Manter uma comunicação com os pais é muito importante para o desenvolvimento das crianças com TDAH. Um ótimo recurso é procurar agendar momentos para dialogar com os responsáveis sobre o desempenho do aluno, tirar dúvidas e principalmente buscar alternativas para cada vez mais melhorar o aprendizado da criança.

Quando os pais estão a par sobre as dificuldades dos seus filhos é mais fácil saber como eles podem proceder e ajudar na potencialização da aprendizagem em casa. Como a família pode auxiliar na aprendizagem em casa? Há inúmeras estratégias para os responsáveis utilizarem com seus filhos, por exemplo, encapar os cadernos e livros com cores diferentes, etiquetar ou colorir as partes mais importantes de uma atividade, prova ou texto. Pois, esse recurso ajuda na organização e memorização dos materiais. O apoio familiar, em junção com a escola e os demais profissionais da educação é fundamental para o aprendizado e desenvolvimento do aluno.

As crianças com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade são muito inteligentes. Por isso, é importante acompanhar de perto e utilizar estratégias, recursos, entre outras ferramentas para que ela se desenvolva e potencialize sua aprendizagem cada vez mais.

  1. Diversificar na prática de ensino

Os alunos com TDAH se dispersam muito rápido, caso não tenha algo que chame sua atenção. Por isso, é importante utilizar estratégias para ensinar alunos com TDAH. Então, é essencial que o educador busque diversificar a rotina do dia a dia da sala de aula. Outra estratégia, é procurar mecanismos que estimule a concentração do aluno. Quais ferramentas posso estar utilizando para incentivar meu discente? Pode ser usado materiais que contenham estímulos audiovisuais, computadores e livros coloridos são excelentes meios para trabalhar com a criança que precisa de um estímulo extra. Pois, quanto mais diversificar nos materiais pedagógicos em sala de aula, maior será o entusiasmo desse aluno.

Segunda dica para diversificar na prática de ensino é promover atividades que envolvam práticas, pois na maioria das vezes são o que elas têm mais interesse. Sendo assim, invista em aulas práticas, aulas de campo e use a tecnologia para estimular o aluno e para melhorar a atenção sustentada.

Além disso, é importante se adequar as necessidades e individualidade de cada estudante. Planeje atividades que sejam do interesse do educando.

  1. Aplicar o reforço positivo

Uma das estratégias mais importantes é a utilização do reforçador positivo, mas como usar esse recurso com meu aluno com TDAH? Por exemplo, quando a criança realizar alguma atividade é essencial que ela receba um feedback imediato seguido do reforçador positivo (prêmios, elogios, estrelinhas no caderno, algo de interesse do aluno, entre outros). É primordial usar o reforçador positivo que funcione com a criança.

Um erro que é fundamental evitar é criticar a criança. Evite ao máximo, pois as crianças com TDAH precisam é de incentivo, suporte, adaptações, encorajamento, amor e motivação frequentemente. O docente que tenha uma postura de motivador pode estimular o aluno, porém uma conduta de julgamentos e críticas pode causar efeitos negativos na criança como, baixa autoestima, falta de estímulo, entre outros. Ao contrário, o professor deve ser uma figura de ESTÍMULO, pois essa postura positiva é essencial no aprendizado do aluno.

  1. Incentivar a prática e repetição

Uma das dificuldades muito comum de crianças com TDH é a memorização e a falta de organização. Consequentemente, esquecem conteúdos, termos, conceitos e fórmulas com facilidade. Inclusive, essas disciplinas que demandam aulas mais decorativas são um desafio para crianças com esse transtorno.

Uma das estratégias para ensinar esses alunos é a prática da repetição. Ao passar uma instrução para o aluno, que apresente muitos detalhes importantes, e que necessite uma atenção maior da criança, estimule constantemente a prática da repetição na sala de aula e até mesmo em casa com o responsável.

Para o aluno não ficar cansado ou desestimulado aplique o reforçador positivo sempre que possível.

  1. Uma instrução por vez

Os alunos com TDAH tem dificuldade na concentração, pois são mais dispersos. Então, busque delimitar as atividades em etapas bem definidas para não causar desorganização. Outro ponto importante é fazer uma instrução por vez, e manter o contato visual com o aluno.

  1. Atividades adaptadas

É muito importante disponibilizar atividades adaptadas para os alunos com TDAH ou para qualquer aluno que necessite dessa adaptação. Uma forma, de despertar a motivação e o interesse do aluno é oferecer trabalhos em grupo e possibilitar que o estudante escolha as atividades que tenha curiosidade para participar. Além disso, é primordial salientar que cada aluno aprende no seu tempo e que essas adaptações devem ser voltadas para suas particularidades e necessidades.

As adaptações no ambiente escolar e na sala de aula são fundamentais, como: mudar o aluno de lugar na sala para evitar distrações. É importante salientar que alunos com TDAH não fique sentados perto da porta, nas últimas fileiras da sala ou perto de janelas. Preferencialmente, sente nas primeiras fileiras ao lado do docente para evitar distrações.

  1. Utilizar recursos para auxiliar nas dificuldades que exigem atenção

Há várias outras estratégias para ensinar alunos com TDAH, mas também para auxiliar nas demais dificuldades, por exemplo, fazer tabelas com o intuito de ajudar o aluno em relação aos prazos para entregar nas datas certas. Utilizar post-it para destacar lembretes e anotações, assim o estudante pode ter mais chances para não esquecer o conteúdo.

TDAH na escola: 7 dicas para colaborar com a aprendizagem

  1. Utilizar recursos gráficos;
  2. Diversificar nos materiais pedagógicos para estimular a criatividade do aluno;
  3. Em cada atividade realizada fazer intervalos;
  4. Respeitar o tempo do aluno;
  5. Elaborar comandos claros;
  6. Supervisionar o aluno nas atividades e organização dos materiais;
  7. Possibilitar momentos para o aluno dar uma pausa nas atividades.

Portanto, a escola e os professores devem promover estratégias que facilite a assimilação de conteúdos, no ensino-aprendizagem e desenvolvimento do educando. Essas estratégias para ensinar alunos com TDAH são fundamentais para potencializar na aquisição de novas habilidades. Lembrando, que cada estudante tem suas particularidades e interesses. Então, é importante adaptar esses recursos de acordo com a realidade do aluno, dificuldades e necessidades.

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá! 🙂

Referência

Algumas estratégias pedagógicas para alunos com TDAH. Associação Brasileira do Déficit de Atenção – ABDA, 2017. Disponível em: https://tdah.org.br/algumas-estrategias-pedagogicas-para-alunos-com-tdah/. Acesso em: 16 de maio de 2022.

Autor

Kelly Silva

Kelly Silva

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...