A importância das brincadeiras na vida da criança na educação infantil

Crianças brincando de cabo de guerra - Desenvolvimento

Por que é importante brincar?

É importante porque na educação infantil a criança a partir das brincadeiras vai aprender regras e a socializar. As brincadeiras proporcionam na construção da criança, valores, raciocínio e empatia. Quando a criança brinca, começa ter os primeiros contatos sociais. E quando a criança não brinca as oportunidades de manifestação da criança é limitada.

Atualmente as crianças estão brincando menos. Um fator para essa questão é o uso da tecnologia que está sendo muito utilizada pelas crianças. Isso caracteriza uma forte perda da essência do brincar. Porque quando a criança está em contato com diversas brincadeiras ela está aprendendo e se desenvolvendo. Brincar é essencial para todas as idades. E tem um impacto positivo na vida social da criança.

Brincadeiras nas escolas

O foco nas escolas não deve ser somente estudar, mas brincar também. É nas brincadeiras que a criança se desenvolve e aprende habilidades para toda a vida. Muitas das vezes o professor repreende a criança quando ela está brincando em sala de aula. O professor deve refletir se é realmente algo negativo para a criança. Como já salientado, é brincando que se aprende. Uma pesquisa relatou que brincar é fundamental, mas o brincar livre. O uso de tecnologias utilizados pelas crianças deve ser evitado em algumas faixas etária.

Outro ponto importante é a hora do recreio. Nesse momento a criança está em contato com várias possiblidades de desenvolvimento. Porque a criança aprende com a cultura ao seu redor. Por isso o tempo de recreio deveria ser maior, pois a criança está em um momento enriquecedor para sua evolução. Desse modo é fundamental que a escola se reinvente a cada momento.

É importante que as crianças participem na construção das suas avaliações

É significativo que o professor planeje diversificadas atividades conforme o currículo da educação infantil. Dessa forma as crianças vão ter uma interação e também aprender a solucionar problemas, se expressar e relacionar -se com o outro. Essas abordagens são conteúdos que o professor pode aplicar na sua sala de aula. Geralmente, essa forma de conteúdo é comportamental. Diante disso o educador avalia as crianças de acordo com a sua observação.

O professor tem que ter em mente que cada criança aprende de no seu tempo e de maneiras diferentes. Por isso é importante essa prática da observação, pois o professor pode intervir e ajudar a criança diante da sua dificuldade. Outro ponto primordial é que através das suas observações o professor pode mudar e também acrescentar algo que esteja faltando na sua prática docente.

Os professores estão realmente criando espaços para criança refletir sobre a sua prática? O educador deve promover meios para que a criança tenha contato com diversas brincadeiras em sala de aula e também fora dela. Será que a escola também fornece meios para que a criança se desenvolva por meio das brincadeiras? Não é só o professor que deve proporcionar recursos para criança brincar. A escola também deve ser protagonista nesse assunto. Ambos contribuir para o desenvolvimento da criança. Desse modo, criar situações para que as crianças conheçam experiências para poderem desenvolver um novo comportamento e habilidades.

 A importância de brincar no desenvolvendo da criança

O brincar é essencial para o desenvolvimento infantil e desenvolve várias habilidades. Desde sempre, os bebês exploram e brincam os sons da fala. Por isso a criança explora a linguagem. A criança começa aprender a linguagem em casa, com seus familiares. E a maior parte desse desenvolvimento é brincando, cantando e dialogando com seus pais.  

O uso da imaginação é importante, porque o brincar desenvolve também a imaginação. Com isso a criança aprende novas habilidades e potencialidades que serão importantes ao decorrer da sua vida. A experiência mais rica é relacionar objetos diversos com brincadeiras. Isso estimula a imaginação da criança. Faz ela pensar além, de imaginar e fazer de conta.

O brincar possibilita que os neurônios se liguem, isso se chama neuroplasticidade. E quanto mais conectados, melhora o desenvolvimento das capacidades cognitivas. As brincadeiras precisam fazer parte da agenda das crianças.

A instituição de ensino, pais e professores são responsáveis pelo desenvolvimento da criança. Pois, devem proporcionar condições para que as crianças possam se desenvolver. É o direito da criança brincar, pois, brincar

é aprender. E assim a criança evolui de acordo com suas particularidades, construindo sua autonomia e criatividade.

 

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá! 🙂

 

Autor

Izabel Barros

Izabel Barros

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...