Gestão Escolar o que é e qual a sua importância

Gestão, ato ou efeito de administrar. Esse é o significado de gestão. Mas a Gestão Escolar se diferencia das demais gestões, ou tem apenas outro foco?

Todos os segmentos profissionais necessitam de uma gestão. É através dela que os projetos dos setores daquele ramo profissional são planejados, analisados, idealizados para, enfim, serem colocados em prática. Na Gestão Escolar não é diferente, visto que ela busca atender as exigências de todo o ambiente educacional, desde funcionários, estrutura física da escola, relação entre pais e escola, como também, a harmonia entre cada um deles.

O responsável por administrar essas demandas é o gestor escolar. Não é uma tarefa fácil de exercê-la, mas sem ela as atribuições dos outros profissionais ficam comprometidas. Quanta responsabilidade em um cargo, não é!?

No artigo de hoje, iremos abordar quais são os conceitos e os métodos de Gestão Escolar, em qual setor cada um trabalha e qual a importância da gestão para a educação.

Gestão Escolar: principais conceitos e métodos

O gestor escolar procura oferecer todo suporte para que a escola caminhe na mesma direção e obtenha os resultados planejados durante todo ano e, no final do processo, toda a instituição tenha avançado no processo educacional.

Os principais conceitos e métodos de Gestão Escolar são:

  1. Gestão administrativa
  2. Gestão pedagógica
  3. Gestão de recursos humanos.

A Gestão Escolar nada mais é do que a gestão de pessoas em uma instituição. Os três tipos de gestão conversam entre si, elas trabalham, de forma integrada, em busca de um só propósito, a excelência educacional.

Gestão Administrativa

Essa é a parte burocrática da Gestão Escolar. Aqui o gestor deverá gerenciar a correta e plena aplicação de recursos físicos, materiais e financeiros da escola para melhor efetivação dos processos educacionais e realização dos seus objetivos.

Promover na escola a organização, atualização e correção de documentos, escrituração, registro de alunos, diários de classe, estatísticas, legislação, de modo a serem continuamente utilizados na gestão dos processos educacionais.
Assegurar a constituição, de forma permanente na escola, de ambiente limpo, organizado e com materiais de apoio e estimulação necessários à promoção da aprendizagem dos alunos e sua formação para a cidadania e respeito ao meio
ambiente.

A administração da escola também fica encarregada de cuidar dos recursos financeiros e dos gastos do ano.

Todas as estratégias de atuação das práticas escolares e demais informações administrativas devem estar presentes no Plano Político Pedagógico de Gestão Escolar e descritas no Regime Escolar.

Gestão pedagógica

A gestão pedagógica é a essência da escola, pois está mais diretamente ligada com o foco da escola que é o de promover a aprendizagem e a formação dos alunos. Logicamente que todas as demais formas de gestão subsidiam a gestão pedagógica.

O importante é não esquecer que a gestão pedagógica afinada com as suas atribuições é aquela capaz de criar na escola um ambiente estimulante e motivador orientado por elevadas expectativas de aprendizagem e desenvolvimento, autoimagem positiva e esforço compatível com a necessária melhoria dos processos educacionais e seus resultados.

Orientar a integração horizontal e vertical de todas as ações pedagógicas propostas no projeto pedagógico e a contínua contextualização dos conteúdos do currículo escolar com a realidade.

Outra questão a ser considerada no processo da gestão democrática é a articulação das atividades extraclasses, orientadas por projetos educacionais, de modo a estabelecer orientação integrada entre as áreas de conhecimento e plano curricular.
Ainda, orientar, incentivar e viabilizar oportunidades pedagógicas para os alunos com dificuldades de aprendizagem e necessidades educacionais especiais, promovendo as TICS no ambiente escolar.

Outra função dentro da gestão pedagógica é a de fazer o acompanhamento e a avaliação do rendimento do que foi planejado anteriormente.

Dentro das estratégias, objetivos e metas verificar se foi possível alcançar bons resultados, caso contrário, entender os motivos que levaram a um não aproveitamento total desses requisitos.

Gestão de recursos humanos

Essa gestão tem como objetivo trabalhar os relacionamentos entre pessoas da instituição, potencializando cada indivíduo de forma a melhorar sempre a performance geral da escola, mantendo engajamento , formação continuada de profissionais, boas ferramentas de trabalho, espírito de equipe, mantendo a instituição atrativa ao mercado e a novos talentos.

Manter várias pessoas trabalhando motivadas e satisfeitas, não é uma tarefa fácil. Saber contornar as dificuldades e as complicações do cotidiano e das relações entre os sujeitos é realmente uma tarefa para poucos. Daí a importância da gestão de recursos humanos.

É necessário buscar manter o diálogo e um bom relacionamento com os alunos, professores, equipe de funcionários da escola e pais ou responsáveis; pois grande parte dos problemas dentro de uma instituição ocorrem devido a uma má comunicação ou até mesmo por falta de informações sobre determinado assunto.

Desse modo, vitórias e fracassos devem ser compartilhados para que toda a escola sinta-se responsável pelo resultado obtido no final.

Liderança e a Gestão Escolar

A liderança é necessária em todos os tipos de organização humana, principalmente nas escolas. Ela é essencial em todas as funções da administração: o administrador precisa conhecer a natureza humana e saber conduzir as pessoas, isto é, liderar.
Na educação, em âmbito internacional, está sendo destacada como condição fundamental para determinar a qualidade do ensino e a formação efetiva de seus alunos, daí por que a proliferação de estudos a respeito no contexto
educacional.

A liderança é uma função, papel, tarefa ou responsabilidade que qualquer pessoa precisa desempenhar, quando responsável pelo desempenho de um grupo.
Independente de suas qualidades, muitas pessoas são colocadas em posições de liderança, em que precisam dirigir os esforços de outros para realizar objetivos: professores, diretores, treinadores. Todas essas pessoas têm metas a serem
realizadas com a colaboração dos seus grupos.
No papel de líderes, algumas pessoas são mais eficazes que outras, ou sentem-se mais confortáveis que outras. As características individuais importantes para o entendimento dessas diferenças são as habilidades e a motivação.

Algumas pessoas têm mais habilidade que outras no papel de líder e algumas são mais motivadas que outras para desempenhá-lo. Outro elemento importante no comportamento do líder é a maneira como se relaciona com sua equipe. É impossível liderar sem possuir um relacionamento com o grupo escolar.

Portanto, é fundamental que todo gestor saiba liderar, para que toda a comunidade escolar tenha êxito.

Referências:

BARUCHO, Airton. Gestão Escolar- Principais Conceitos. Delta. 8 de fev. 2018. Disponível em:https://deltasge.com.br/site/gestao-escolar-principais conceitos/#:~:text=A%20gest%C3%A3o%20escolar%20%C3%A9%20uma,destes%20com%20o%20ambiente%20educacional. Acesso em: 20 de dez 2022.

Gestão Educacional. Sóeducador. Disponível em: https://soeducador.com.br/storage/materials/cursos/217/16080617965fd9136472085.pdf . Aceso em 21 de dez. 2022

One thought on “Gestão Escolar: principais conceitos e métodos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *