Direitos de aprendizagem

Criança na escola - Direitos de aprendizagem

Direitos de aprendizagem: saiba quais são e como colocá-los em prática.

Você sabe quais são os direitos de aprendizagem? O que fazer para colocá-los em prática? No post de hoje iremos conhecer um pouco mais sobre esse assunto.

De acordo com a BNCC, na Educação Infantil, são definidos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento organizados em três grupos por faixa etária, a fim de que sejam garantidos os direitos de aprendizagem e desenvolvimento a todas as crianças dessa etapa.

Na Educação Infantil, as aprendizagens essenciais compreendem tanto
comportamentos, habilidades e conhecimentos quanto vivências que promovem
aprendizagem e desenvolvimento nos diversos campos de experiências, sempre
tomando as interações e a brincadeira como eixos estruturantes. Essas
aprendizagens, portanto, constituem-se como objetivos de aprendizagem e
desenvolvimento. (BNCC, p. 42)

Desse modo, é possível chegar à conclusão que brincando também se aprende, e a educação infantil passa a ter um papel importante no período escolar de qualquer cidadão.

Quais são os direitos de aprendizagem?

Os direitos de aprendizagem estão divididos em seis: conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se.

Cada direito acima tem atividades específicas para que seja alcançado o desenvolvimento das crianças. Vamos comentar cada um desses direitos!

Conviver ou socializar é um direito fundamental da criança, seja com adultos ou outras crianças. Através dessa ação elas poderão desenvolver diferentes linguagens e compreender as diferenças entre as pessoas.

Brincar direito que amplia o conhecimento da criança. Brincar também é aprender, em espaços diferentes, formas e pessoas. Por meio da brincadeira elas desenvolverão suas criatividades, imaginação e ampliarão seus conhecimentos.

Participar dos trabalhos escolares podendo contribuir com as atividades propostas pelo educador, por exemplo, na escolha das brincadeiras, dos materiais e dos ambientes.

Explorar as mais diferentes  formas de aprender e ampliar seus saberes nas artes, na ciência, na tecnologia e na escrita.

Expressar como cidadão de direitos e deveres, podendo dialogar e expressar suas emoções e necessidades através de diferentes linguagens.

Conhecer-se e construir quem ele é, seu papel nos mais diversos meios, seja familiar, escolar ou comunitário.

Qual a importância dos de direitos de aprendizagem?

Os seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento deixam claros as condições para que
as crianças aprendam. As situações propostas devem possibilitar as crianças um papel
ativo, os ambientes devem convidá-las a vivenciar desafios, a se sentirem estimuladas a
resolver esses desafios e construir sentidos sobre si, os outros e o mundo social e natural.
É importante diferenciar o espaço da educação infantil de outros espaços de convivência
das crianças.

Direitos de aprendizagem e a Educação Infantil.

Os direitos de aprendizagem estão ligados intrinsecamente a Educação Infantil. O educador necessita ter a consciência de que preciso acolher as vivências extracurriculares das crianças, ou seja, trocar fraldas tem a mesma importância de ler uma história. De acordo com a BNCC, essa concepção visa também posicionar-se criticamente em relação à tradição assistencialista da Educação Infantil ao recolocar o cuidado no campo da educação e dos valores, e não do assistencialismo.

O professor tem um papel muito importante na educação infantil. Ele é a peça principal para um bom desenvolvimento da criança da Educação Infantil.

Abaixo estão listadas algumas práticas que devem exercidas pelo professor.

• O professor, inicialmente, deve conhecer a criança, para que possa trabalhar
com as particularidades de cada uma;
• Precisa conhecer o que as crianças já sabem, como se expressam ou o que gostam
de fazer;
• Acompanhar o desenvolvimento da criança. Ela sempre espera um olhar atento e
acolhedor do professor;
• Incentivar as produções individuais e coletivas das crianças;
• Promover interações entre elas;
• Manter o ambiente sempre vivo e interessante, alimentando a surpresa o humor, a
curiosidade da criança;
• Administrar os tempos e os espaços;
• Preocupar-se mais com o processo do que com o produto final aparente;
• Alimentar as crianças com referências culturais do entorno social dela e outros
contextos;
• Acolher, além da criança, a família;
• Promover atendimento individualizado.

Essas atitudes fazem toda diferença, para que o objetivo da real aprendizagem seja alcançado, por isso o papel do professor é fundamental.

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá! 🙂

Referências:

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: <emfile:///C:/Users/STI/Desktop/Material%20S%C3%B3%20Educador/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site%20(1).pdf>. Acesso em: 21 de junho de 2022.

Curso online de aperfeiçoamento: estudo sobre a BNCC na Educação Infantil e Ensino Fundamental Anos Iniciais, Sóeducador. Disponível em: https://soeducador.com.br/storage/materials/cursos/192/16039958285f9b08b4218a5.pdf. Acesso em: 20 de junho de 2022.

 

Autor

Izabel Barros

Izabel Barros

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...