Teorias de aprendizagens: quais são?

Teoricos e teorias de aprendizagens

As Teorias de Aprendizagens

Teorias de aprendizagens são os estudos que procuram investigar, sistematizar e propor soluções relacionadas ao campo do aprendizado humano.

Esta área de investigação remonta à Grécia Antiga. Neste período, o processo pelo qual uma pessoa adquire conhecimento já era tema de investigação dos filósofos gregos. Entretanto, a área de estudo ganhou destaque a partir do século XX, quando ocorreu advento da psicologia.

Apesar de todas estudarem sobre como ocorre o aprendizado humano, elas se diferenciam no ponto de vista sobre cada uma trabalha. Enquanto uma aborda a aprendizagem a partir do comportamento, outras visam a capacidade cognitiva, e ainda há aquelas que analisa apenas o aspecto humano.

Quais são as Teorias de Aprendizagens?

Várias são as Teorias de aprendizagens. Nesse artigo vamos falar sobre as principais delas.

Behaviorismo

Também conhecida como teoria comportamental, foi desenvolvido nos Estados Unidos da América John Watson (1878-1958) e na Rússia por Ivan Petrovich Pavlov (1849-1936). De acordo com o pensamento comportamentalista, o objeto de estudo da Psicologia deve ser a interação entre o organismo e o ambiente. No entanto, essa teoria e princípios só foi estabelecida pelo psicólogo estadunidense Burrhus Frederic Skinner (1904-1990), que se tornou o representante mais importante da corrente comportamental.

A partir de experiências com ratos em laboratórios, Skinner lançou o conceito de condicionamento operante, utilizando um equipamento conhecido como a Caixa de Skinner. O condicionamento por meio do reforço positivo ou negativo faz parte dessa teoria. Nessa concepção Behaviorista ou behaviorismo, assevera-se que a aprendizagem da criança ocorre por meio de estímulos e respostas, ou seja, agentes ambientais que modelam ou moldam o comportamento do indivíduo e o
encaminham para uma resposta já determinada ou almejada por meio de aproximações sucessivas.

Construtivismo

Também conhecida como Epistemologia Genética, que está entre as Teorias de Aprendizagens,  foi desenvolvida pelo biólogo, psicólogo e filósofo suíço Jean Piaget (1982). Para ele, o conhecimento é uma construção contínua, que começa a partir do nascimento, havendo continuidade entre os quatro estágios de desenvolvimento cognitivo:

  • Estágio sensório-motor (do nascimento aos dois anos) – a criança desenvolve um conjunto de “esquemas de ação” sobre o objeto, que lhe permitem construir um conhecimento físico da realidade. Nesta etapa desenvolve o conceito de permanência do objeto, constrói esquemas sensório-motores e é capaz de fazer imitações, iniciando a construir representações mentais.
  • Estágio pré-operatório (dos dois aos seis anos) – a criança inicia a construção da relação de causa e efeito, bem como das simbolizações. É a chamada idade dos porquês e do faz-de-conta.
  • Estágio operatório-concreto (dos sete aos onze anos) – a criança começa a construir conceitos através de estruturas lógicas, consolida a observação de quantidade e constrói o conceito de número. Seu pensamento, apesar de lógico, ainda está centrado nos conceitos do mundo físico, onde abstrações lógico-matemáticas são incipientes.
  • Estágio operatório-formal (dos onze aos dezesseis anos) – fase em que o adolescente constrói o pensamento proposicional, conseguindo ter em conta as hipóteses possíveis, os diferentes pontos de vista, e sendo capaz de pensar cientificamente.

Para o Piaget o conhecimento se dá através de assimilação e acomodação. O indivíduo constrói esquemas de assimilação mentais para abordar a realidade. Todo esquema de assimilação é construído e toda abordagem à realidade supõe um esquema de assimilação. Quando a mente assimila, ela incorpora a realidade a seus esquemas de ação, impondo-se ao meio. Muitas vezes, os esquemas de ação da pessoa não conseguem assimilar determinada situação. Neste caso, a mente desiste ou se modifica.

Sociointeracionismo

Essa é mais uma das Teorias de Aprendizagens. O principal representante dessa teoria é o psicólogo russo Liev S. Vygotsky, ele  considera o desenvolvimento cognitivo ocorre através de um processo de interação social, de objetos fornecidos pela cultura. Vygotsky (1896-1934) traz a abordagem histórico-cultural para o centro da aprendizagem escolar.

Um ponto central da teoria de Vygotsky é o conceito de Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP), que afirma que a aprendizagem acontece no intervalo entre o conhecimento real, aquilo que a criança é capaz aprender e o conhecimento potencial aquilo que a criança consegue fazer com a ajuda do outro. Em outras palavras, a ZDP é a distância existente entre o que o sujeito já sabe e aquilo que ele tem potencialidade de aprender. Seria neste campo que a educação atuaria, estimulando a aquisição do potencial, partindo do conhecimento da ZDP do aprendiz, para assim intervir. O conhecimento potencial, ao ser alcançado, passa a ser o conhecimento real e a ZDP redefinida a partir do que seria o novo potencial.

Aprendizagem significativa

Dentre as Teorias de Aprendizagens encontramos a que fala sobre a aprendizagem significativa. Desenvolvida por David Ausubel ( 1918-2008), essa teoria afirma que a aprendizagem é muito mais significativa à medida que o novo conteúdo é incorporado às estruturas de conhecimento de um aluno e adquire significado para ele a partir da relação com seu conhecimento prévio, ou seja, para haver aprendizagem significativa são necessárias duas condições: em primeiro lugar, o aluno precisa ter uma disposição para aprender: se o indivíduo quiser memorizar o conteúdo arbitrária e literalmente, então a aprendizagem será mecânica.

Em segundo, o conteúdo escolar a ser aprendido tem que ser potencialmente significativo, ou seja, ele tem que ser lógica e psicologicamente significativo: o significado lógico depende somente da natureza do conteúdo, e o significado psicológico é uma experiência que cada indivíduo tem. Cada aprendiz faz uma filtragem dos conteúdos que têm significado ou não para si próprio.

Inteligência Múltiplas

Uma das teorias de aprendizagens mais recentes é a da Inteligência Múltiplas. Criada pelo psicólogo Howard Gardner, na Universidade de Harvard no ano de 1983. Essa teoria descreve como cada ser humano mostra sua capacidade cognitiva, sempre de maneira única.

Para Gardner, cada indivíduo tem habilidades e aptidões únicas e apresenta mais, ou menos, domínio em áreas diferentes do conhecimento. Cada um desses domínios foi definido como um tipo diferente de inteligência que a pessoa pode desenvolver ao longo da vida, sendo elas: inteligência lógico-matemática, linguística, interpessoal, intrapessoal, corporal, espacial, musical, inteligência existencial e a naturalista.

Conectivismo

Essa é a mais atual entre as teorias de aprendizagens. Defendida por George Siemens e Stephen Downes, esses autores consideram-na como uma nova “teoria de aprendizagem para a era digital”, utilizando-a para explicar o efeito que as novas tecnologias de informação e comunicação têm sobre a forma como as pessoas se comunicam e como aprendem.

Qual a importância das Teorias de Aprendizagens?

As teorias de aprendizagem foram e ainda são muito importantes para o meio educacional, através delas é possível organizar os processos educacionais. Visto que o mundo é muito dinâmico e a escola está inserida nesse contexto de dinamismo, as teorias de aprendizagens vão sendo adaptadas as necessidades de seus dias, de maneira que o conhecimento seja possível para todos.

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá!

Referências:

SANTOS, Anderson Oramísio; GHELLI, Kelma Gomes Mendonça. Implicações das teorias Behavioristas e cognitivistas na aprendizagem matemática nas séries iniciais do ensino fundamental. UNIUBE, p. (1 – 17), setembro, 2015.

Teorias de aprendizagens. Resumo escolar. Disponível em: https://www.resumoescolar.com.br/portugues/teorias-de-aprendizagem/. Acesso em: 5 de jul. de 2022.

Teoria de Aprendizagens. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2022. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_da_aprendizagem. Acesso em: 5 de jul. de 2022

Autor

Izabel Barros

Izabel Barros

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...