Atendimento psicopedagógico escolar: dicas de recursos

criança em atendimento psicopedagógico escolar

Você sabe qual é o significado de psicopedagogia?

A psicopedagogia é a junção de duas áreas do conhecimento, que é a psicologia e a pedagogia. Esse campo de estudo tem como objetivo compreender, auxiliar, intervir com ferramentas para ajudar nas dificuldades as quais a criança, adolescente e adultos possa apresentar no processo de aprendizagem.

Para que a aprendizagem seja mais efetiva e as dificuldades sejam identificadas a psicopedagogia engloba estudo de outras áreas, como: Psicolinguística, Pedagogia, Antropologia, Psicologia, Psicanálise, Fonoaudiologia e Neurologia.

O que faz um psicopedagogo?

O psicopedagogo é o profissional que vai ajudar na aprendizagem, nas dificuldades na assimilação de conhecimentos e como acontece o processo de aprendizagem. A partir disso, o psicopedagogo é o responsável por criar estratégias, recursos e ferramentas.

O psicopedagogo também pode atuar no ambiente escolar para analisar como é a relação do educador e a aprendizagem. Nesse caso, ele pode estar dando um suporte e auxiliando caso seja necessário. É muito importante que o psicopedagogo intervenha sempre que possível para contribuir com melhorias na instituição de ensino e na aprendizagem dos alunos.

Conheça as etapas do atendimento psicopedagógico:

O atendimento psicopedagógico é um processo, pois é dividido por etapas e isso requer paciência. É dividido em duas etapas, confira a seguir:

  1. Avaliação

Esse processo de avaliação se inicia nos primeiros atendimentos. A partir disso, o profissional vai identificar as dificuldades do paciente e os comportamentos. Essa observação é importante para investigar quais obstáculos está dificultando a aprendizagem dessa criança.

Na etapa de avaliação os pais ou responsáveis da criança são entrevistados de forma individual. É importante os pais abordarem na entrevista suas observações e as dificuldades dos filhos.

A partir dessas etapas o psicopedagogo pode chegar a um diagnóstico, mas isso acontece depois de seis consultas (depende de cada criança o número de sessões). Para chegar a um diagnóstico esse profissional vai aplicar estratégias pedagógicas especificas.

Portanto, quando o psicopedagogo já tem o diagnóstico, é feio um último atendimento para conversar com os pais ou responsáveis da criança que é conhecido como Anamnese. Durante o processo de investigação psicopedagógico o profissional solicita a presença dos pais ou responsáveis para que seja feita a anamnese, que é um questionário com perguntas sobre o aluno que ajuda na investigação e é uma peça primordial para o diagnóstico. A família é muito importante nesse aspecto.

Na devolutiva o profissional comunica o modelo de aprendizagem e quais são os elementos que prejudicam a retenção de conhecimento. Por fim, indicam alguns tratamentos e recomendações de profissionais para ajudar no desenvolvimento da criança.

É importante salientar que para criança ter um diagnóstico e que ela tenha um progresso na aprendizagem é essencial buscar um profissional.

  1. Acompanhamento psicopedagógico

Logo após o diagnóstico, se inicia o acompanhamento psicopedagógico. Em seguida, são utilizados diversos recursos que abrangem área da pedagogia, como: neurociência, psicologia, linguística, entre outros.

Como cada criança tem suas particularidades e necessidades, as ferramentas que são utilizadas é voltada para as dificuldades de cada uma individualmente. E, principalmente, respeitando o tempo de aprendizagem de cada uma. Nesses acompanhamentos o psicopedagogo utiliza atividades lúdicas, jogos ou brincadeiras, pois são estratégias que contribui com a aprendizagem das crianças. Além disso, o uso desses recursos é bastante motivador e estimulante para a criança.

Na segunda fase do atendimento psicopedagógico, são feitas visitas na instituição de ensino que a criança frequenta. A partir da autorização dos pais e da escola o psicopedagogo vai fazer a observação do comportamento da criança em sala de aula entre outros momentos. Essa visita também é para observar se a criança demostra sinais de problemas psicológicos.

Atendimento psicopedagógico escolar

Você gostaria de saber como funciona o atendimento psicopedagógico escolar e qual é o objetivo desse acompanhamento? O atendimento psicopedagógico escolar é para ajudar crianças, jovens e idosos, qualquer pessoa independentemente da idade, que tem dificuldade no processo de aprendizagem. Diante disso, propõe estratégias e recursos para prevenir ou ampliar o repertório desses indivíduos.

Por isso, é importante o papel de um psicopedagogo no ambiente escolar. Esse profissional só tem a contribuir positivamente na instituição de ensino.

A escola é o ambiente que, na maioria das vezes, identifica essas possíveis dificuldades no aluno, em outros casos são os pais dessas crianças. Para ajudar no desenvolvimento do pequeno e localizar quais são os empecilhos que estão prejudicando a aprendizagem da criança é importante procurar um profissional, como o psicopedagogo para auxiliar nesse processo.

No ambiente escolar é onde a criança tem mais possibilidades de socialização e colocar em prática suas habilidades. Geralmente, são os professores que identificam as dificuldades na aprendizagem. E com isso colocam em prática estratégias para ajudar esse aluno.

Para que esses professores sejam mais efetivos em suas práticas é importante entrar em contato com o psicopedagogo que atende essa criança para ajudar ainda mais na efetivação e no desenvolvimento da criança.

Em algumas instituições de ensino já se encontra um psicopedagogo que atua na área institucional, que ajuda nas dificuldades dos alunos e a identificar possíveis transtornos na aprendizagem ou alguma interferência. Diante disso, o psicopedagogo pode comunicar aos pais sobre as dificuldades do aluno e recomendar uma avaliação psicopedagógica. Caso na escola disponha de um profissional na área de psicopedagogia para auxiliá-los é importante conversar com um psicopedagogo clínico.

No ambiente escolar o psicopedagogo vai investigar as dificuldades do aluno que está apresentando desafios no processo de aprendizagem. É fundamental o apoio multiprofissional dos professores, coordenadores, AT, terapeutas, entre outros profissionais que acompanham a criança. A partir desse apoio com uma equipe multidisciplinar a criança estará em um ambiente com mais possibilidades de desenvolvimento.

Pensando na importância do atendimento psicopedagógico escolar, vamos abordar como funciona esse atendimento institucional, sua importância e dicas de recursos para ajudar na aprendizagem e no desenvolvimento de novas habilidades.

Qual é o papel do psicopedagogo clínico na escola?

O papel do psicopedagogo clínico na escola é investigar através da aplicação de testes. A investigação dessa dificuldade de aprendizagem é muito importante. Saber o porquê a criança não está conseguindo aprender a ler, entre outras necessidades. Por isso, o psicopedagogo vai utilizar instrumentos específicos, como testes e avaliações para ajudar esses alunos nas suas dificuldades.

Um trabalho multiprofissional na escola

O psicopedagogo conta com uma atuação de outros profissionais como o psicólogo, por exemplo, o neuropediatra, fonoaudiólogo entre outros. Para que seja feita uma investigação de forma multiprofissional. Com o intuito de fechar o diagnóstico, pois a intervenção precoce é mais eficaz.

O psicopedagogo utiliza algumas estratégias e recursos como:

O psicopedagogo faz a investigação através da execução de:

  1. Jogos

  • Jogo da memória: ajuda na memória visual.
  • Dominó, damas e Xadrez: estratégias, raciocínio lógico e planejamento.
  • Jogos de perguntas e respostas: raciocínio lógico, habilidades de leitura e conhecimentos gerais.
  • Jogos de percurso: habilidades matemáticas.
  • Uno: planejamento, interação social, flexibilidade cognitiva e estratégia.

      2. Atividades lúdicas

          

  • Coordenação motora fina;
  • Movimento de pinça;
  • Estimulação cognitiva;
  • Raciocínio lógico;
  • Atenção;
  • Concentração.
  1. Brincadeiras pedagógicas

  • Pega-pega: agilidade, raciocínio e rapidez.
  • Caixa sensorial: explora o sentido do tato e a imaginação.
  • Pula corda: agilidade e atenção.
  • Círculos de bambolês para criança passarem pulando, futebol e brincadeiras de roda: condenação motora ampla, consciência corporal, lateralidade, equilíbrio e agilidade.
  • Esconde-esconde: pensamento lógico e estratégico, rapidez, interação e observação.
  • Amarelinha: aprendizagem dos números, coordenação, noção espacial, equilíbrio e força.

O jogo é o melhor aliado de um psicopedagogo, pois é através desse instrumento que o profissional observa, investiga e faz as intervenções necessárias.  Esse momento lúdico é organizado pelo psicopedagogo e adaptado de acordo com as especificidades do aluno. Além disso, esses recursos utilizados no atendimento psicopedagógico escolar ajudam a melhorar o desempenho das crianças e na aquisição de habilidades cognitivas, psicomotoras e afetivas. Conforme Vigotsky: “Todos os seres humanos são capazes de aprender, mas é necessário que adaptemos nossa forma de ensinar.”

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá! 🙂

Referências

PIMENTA, Tatiana. Como funciona o atendimento psicopedagógico? Vittude, 2021. Disponível em: https://www.vittude.com/blog/como-funciona-atendimento-psicopedagogico/#:~:text=O%20psicopedagogo%20conversa%20com%20os,deve%20ser%20repassada%20ao%20profissional. Acesso em: 17 de jun. 2022.

PSICOPEDAGOGIANDO PE.  Atendimento psicopedagógico escolar e dicas de recursos. Youtube, 2020. Disponível em: https://youtu.be/E0JBtojCD_4. Acesso em: 15 de jun. 2022.

Autor

Kelly Silva

Kelly Silva

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...