Você sabe o que é Terapia ABA?

Criança e professora brincando na terapia aba

O que é Terapia ABA?

ABA é uma ciência que significa Análise do Comportamento Aplicada (Applied Behavior Analysis). Esse termo vem do campo científico do Behaviorismo. No Brasil, é mais conhecido como ABA ou Terapia Comportamental especializada para autismo.

O ABA é um conjunto de técnicas, que se baseia na Terapia Comportamental, comprovada cientificamente como eficiente para o tratamento de autismo. E serve para fazer programas e montar intervenções para trabalhar com crianças autistas.

Podemos constatar que a terapia mais indicada para crianças com transtorno no desenvolvimento é a terapia comportamental. Uma das técnicas utilizadas nesta abordagem psicoterápica é análise aplicada do comportamento (ABA), método empregado em diversos países e embasado por pesquisas científicas que comprovam sua eficácia (SILVA, 2012 p. 216).

Segundo Mayra Gaiato, o ideal que o ABA seja feito através do modelo Naturalista. Quer dizer, colocar no ambiente da criança, no contexto que ela vive. Como, por exemplo, nas brincadeiras em casa, nas atividades diárias e na escola. Não fazer um programa separado, mas em conjunto com cada espaço que a criança frequenta e vivencia.

Um programa de ABA frequentemente começa em casa, quando a criança é muito pequena. A intervenção precoce é importante, mas esse tipo de técnica também pode beneficiar crianças maiores e adultos. A metodologia, técnicas e currículo do programa também podem ser aplicados na escola. A sessão de ABA normalmente é individual, em situação de um-para-um, e a maioria das intervenções precoces seguem uma agenda de ensino em período integral – algo entre 30 e 40 horas semanais.

O programa é não-aversivo – rejeita punições, concentrando-se na premiação do comportamento desejado. O currículo a ser efetivamente seguido depende de cada criança em particular, mas geralmente é amplo; cobrindo as habilidades acadêmicas, de linguagem, sociais, de cuidados pessoais, motoras e de brincar. O intenso envolvimento da família no programa é uma grande contribuição para o seu sucesso (LEAR, 2004, p. 5).

O princípio da Terapia ABA é fazer análise funcional dos comportamentos adequados que pretendemos instalar novos no repertório da criança.

O que é DTT?

O DTT (Ensino por Tentativas Discretas) é um método usado nas intervenções da Terapia ABA. Foi desenvolvida por Ivar Lovaas, um psicólogo, e foi a primeira pessoa a aplicar os princípios da ABA E DTT para ensinar crianças com autismo. É uma metodologia utilizada para dar orientações com tentativas repetidas de ensino. Sendo assim, cada tentativa apresenta uma resposta e um reforço a essa resposta, caso seja positiva.

O Ensino por Tentativas Discretas (Discrete Trial Teaching – DTT) é uma das metodologias de ensino usadas pela ABA. Tem um formato estruturado, comandado pelo professor, e caracteriza-se por dividir seqüências complicadas de aprendizado em passos muito pequenos ou “discretos” (separados) ensinados um de cada vez durante uma série de “tentativas” (trials), junto com o reforçamento positivo (prêmios) e o grau de “ajuda2” (prompting) que for necessário para que o objetivo seja alcançado (LEAR, 2004, p. 6).

A intervenção por DTT aumenta a possibilidade de acontecer com mais frequências de respostas corretas da criança, pois o método de Tentativa Discreta tem como fundamento a aprendizagem sem erros. Empregar esse método é muito importante, por isso é fundamental que a interação entre terapeuta e criança seja feita em um ambiente sem distrações, com orientações claras e objetivas e principalmente com o reforço imediato a cada resposta certa.

Qual a maneira correta de usar a Terapia ABA?

Lovaas foi o pioneiro a utilizar as estratégias da ABA para ensinar crianças com autismo. Desde então, são inúmeras contribuições que psicólogos vêm fazendo ao longo do tempo. Como ABA é uma ciência, ela continua a evoluir. Muitas metodologias têm sido descobertas ao longo dos anos e contribuído para tornar o ensino da ABA mais eficaz.

ABA Naturalista X ABA Clássico

A Terapia ABA ajuda na intervenção das seguintes questões comportamentais, como: atraso no desenvolvimento, quando queremos ampliar repertório de todos os comportamentos essenciais para uma criança que tem atraso, por exemplo, comportamento verbal, comportamento social, interação, comportamentos inadequados e diminuir esses comportamentos inadequados, como: birra, agressividade e esquiva.

O ABA Naturalista é baseado em modelos de intervenção, por exemplo, o modelo Denver. No modelo Denver é trabalhado muitas atividades sensório sociais, como: jogar a criança para cima, cosquinha entre outras. Aplicar essas atividades sensoriais para também auxiliar a regular o nível de ativação da criança.

Então, essas são as principais ideias que abrangem o ABA. A Terapia Denver (modelo de intervenção precoce) é fundamentada na ciência ABA, mas com algumas especificidades como, por exemplo, ser naturalista, motivador e trabalhar a socialização. As brincadeiras podem ser o reforço das respostas que pretendemos estimular e intensificar com frequência.

É importante que cada modelo utilize como ponto central a motivação da criança e que o ambiente seja o mais natural possível.

Por que é importante usar o ABA Naturalista?

Usar o ABA Naturalista aumenta a motivação da criança. É importante que na terapia a criança esteja feliz, querendo participar, imitar, seguir comandos, emitir comportamentos verbais, interagir e brincar.

Esses são os principais programas colocados nos objetivos do programa ABA, como:

  • Discriminação;
  • Pareamento;
  • Contato visual;
  • Imitação.

Cada um desses pontos são metas e objetivos para ajudar a criança autista a ter independência e uma qualidade de vida melhor.  Por isso, é fundamental colocar esses objetivos nas brincadeiras.

Esse é o ABA Naturalista fundamentado em brincadeiras, motivação, incentivar e estimular o contato social dessa criança.

ABA e Estratégias Naturalistas

Uma dica muito importante é usar o ABA com Estratégias Naturalistas, mas como fazer isso? A partir da junção das técnicas da ciência ABA e considera as seguintes abordagens:

  • Afeto;
  • Motivação;
  • Iniciativa;
  • Ideias;
  • Repertório;
  • Neurociências.

Aprendemos melhor quando somos motivados, seja na escola ou em casa. As estratégias naturalistas consideram a importância da criança e o repertório. Especialmente, a criança ser feliz. Realizar as terapias com morosidade, com cuidado e principalmente considerar o que a criança gosta e os interesses dela. Dessa forma, usar a motivação da criança e o interesse como reforçador.

Essa ciência trouxe informações fundamentais, mas a neurociência traz uma informação muito importante: o que faz grandes modificações no cérebro são os hormônios e neurotransmissores ligados ao amor, amorosidade e empatia. Nesse caso, é importante as pessoas se conectarem com as outras.

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá! 🙂

 

Referências:

Ensino por tentativa discreta (DTT). GRUPOCEFAPP, 2022. Disponível em: https://grupocefapp.com.br/blog/ensino-por-tentativa-discreta-dtt/. Acesso em: 11 mar. 2022.

GAIATO, Mayra. ABA é bom ou ruim? Youtube, 16 fev. 2021. Disponível em: https://youtu.be/W5_8_zT_4HE. Acesso em: 02 mar. 2022.

GAIATO, Mayra. ABA Naturalista X ABA Clássico. Youtube, 01 jul. 2021. Disponível em: https://youtu.be/SnEqp5xj_XE . Acesso em: 02 mar. 2022.

GAIATO, Mayra. Autismo – O que é A.B.A? Youtube, 02 abr. 2019. Disponível em: https://youtu.be/YD-vkaTv6js. Acesso em: 02 mar. 2022.

LEAR, Kathy. Ajude-nos a aprender: Manual de Treinamento em ABA. Grupo de Tradutores da Comunidade Virtual Autismo no Brasil. 2. Ed. Toronto, Ontário – Canada: [s.n.], 2004.

SILVA, Ana Beatriz Barbosa. Mundo Singular: entenda o autismo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

Autor

Kelly Silva

Kelly Silva

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...

Quer receber
mais conteúdos
GRATUITAMENTE?

Receba em primeira mão conteúdos relevantes do mundo educacional, basta preencher o formulário abaixo!

Fique tranquilo...