O que são Transtornos de Neurodesenvolvimento?

Segundo a 5 edição do Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5), os transtornos do neurodesenvolvimento é caracterizado pela dificuldade em habilidades motoras, cognitivas, déficits no desenvolvimento do indivíduo, na interação social, no desenvolvimento do sujeito, na vida escolar e cotidiana. As causas podem ter origem na gestação, fatores genéticos, biológicos, ambientais e socioculturais.

A importância da escola e do professor para crianças com transtorno do neurodesenvolvimento 

Você já ouviu falar em Transtornos do Neurodesenvolvimento? É importante que o educador tenha conhecimento sobre os transtornos do neurodesenvolvimento das crianças e adolescentes para que no primeiro sinal o docente consiga ajudar nas dificuldades do seu aluno. Dessa forma, o professor possibilita uma educação inclusiva. Este é o post de hoje. Boa leitura!

O número de crianças e adolescentes diagnosticados com algum transtorno, como transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), transtorno do espectro autista (TEA) e distúrbios de aprendizagens vem aumentando ao longo dos anos. Por isso, é essencial que a escola esteja preparada estruturalmente, em questão de formação dos professores e um ambiente inclusivo. A instituição de ensino é um lugar que tem muito a contribuir no desenvolvimento dos sujeitos.

Uma escola inclusiva é quando conhecem seus alunos e suas necessidades, pois quando a instituição de ensino tem conhecimento dos diversos transtornos do neurodesenvolvimento é mais fácil identificar. Só assim a escola está preparada para ajudar os estudantes nas suas dificuldades. Pensando nisso, preparamos esse artigo caracterizando alguns transtornos do neurodesenvolvimento para ajudar pais, professores e a escola como um todo, pois as crianças e adolescentes merecem o nosso melhor e um ensino de qualidade.

Os principais Transtornos de Neurodesenvolvimento

De acordo com o DSM-5 são 6 categorias de transtornos do neurodesenvolvimento. A seguir conheça os 4 principais transtornos do neurodesenvolvimento:

1. Transtorno do Desenvolvimento Intelectual

O transtorno do desenvolvimento intelectual ou deficiência intelectual é caracterizado pela dificuldade nas seguintes áreas: 

  • Raciocínio
  • Solução de problemas
  • Planejamento
  • Aprendizagem pela experiência.

Quando a criança apresenta essas dificuldades é difícil para ela conseguir ter mais autonomia em diversas áreas do dia a dia, como pessoal e socialização. Não significa que não conseguem, mas precisam de muita ajuda, paciência e amor pelo o que faz para ajudá-los.

Englobado nesse transtorno, também se encontra a categoria de atraso global do desenvolvimento. Essa categoria é diagnosticada quando o sujeito não desenvolve determinadas áreas de funcionamento intelectual na idade esperada.

O transtorno de desenvolvimento intelectual é de origem genética. E utiliza a pontuação do QI (quociente de inteligência) para diagnosticar a criança.

Para saber mais sobre Transtorno do Desenvolvimento Intelectual, confira este artigo da sóeducador.

2. Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Conhecido como TEA (Transtorno do Espectro Autista), o autismo é caracterizado pela dificuldade na interação social, comunicação, comportamentos restritos, repetitivos e estereotipados. 

O diagnóstico é baseado em observação comportamental. Ainda não se sabe a causa exata do autismo, mas pesquisas apontam fatores ambientais, genéticos e hereditários. Além disso, uma boa intervenção e acompanhamento da criança pode ter uma melhor qualidade de vida e desenvolvimento.

Para saber mais sobre o Transtorno do Espectro Autista, confira este artigo da sóeducador. 

3. Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH)

O TDAH é um transtorno do neurodesenvolvimento de causas genéticas. Alguns dos sintomas são: desatenção, inquietude, desorganização, hiperatividade e impulsividade. Outras características, por exemplo, é que a criança não consegue ficar em longos intervalos de tempo em uma atividade, transparecem não escutar chamados e perde materiais escolares com muita facilidade. Envolvendo a questão da hiperatividade, o indivíduo fica muito inquieto, dificuldade em ficar sentado entre outros.

A criança com TDAH pode apresentar mais de um transtorno de aprendizagem, pois podem apresentar mais de um transtorno do neurodesenvolvimento.

Para saber mais sobre o Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH), confira este artigo da sóeducador. 

4. Transtorno específico de aprendizagem 

É caracterizado pela dificuldade em perceber ou processar informações. Esse transtorno específico de aprendizagem, geralmente, é manifestado durante o período escolar quando a criança tem contato com diversos conhecimentos e apresenta dificuldades em áreas, como a escrita, matemática ou leitura. Confira os transtornos específicos de aprendizagem mais decorrente:

  • Dislexia: transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado pela dificuldade na leitura, matemática, ortografia, expressões escritas ou manuscritas, compreensão ou uso da linguagem verbal ou não verbal.

Para saber mais sobre a Dislexia, confira este artigo da sóeducador. 

  • Dislexia fonológica: dificuldade na decodificação de sons.
  • Dislexia superficial: problema em reconhecer as formas e estruturas das palavras, ou seja, de reconhecer a palavra pela rota lexical.
  • Disgrafia: dificuldades de caligrafia, no traçado e na forma das letras.
  • Discalculia: dificuldade de solucionar questões, estimar quantidades, memorizar números e reconhecer padrões.

Para saber mais sobre Discalculia, confira este artigo da sóeducador. 

  • Anarritmia: dificuldade de formar conceitos básicos e adquirir aptidões de computação.
  • Afasia anômica ou disnomia: dificuldade de recordar palavras e recuperar informações da memória.

Portanto, é muito importante que na sala de aula o professor inclua as crianças que tenham um determinado transtorno do neurodesenvolvimento, pois é a partir dessa inclusão que a criança estará em um ambiente acolhedor e propenso para seu desenvolvimento e efetivação da aprendizagem. Geralmente, as crianças que possuem algum transtorno do neurodesenvolvimento têm dificuldade na socialização, comportamento e comunicação com os pares. É de extrema importância que os educadores estimulem essas áreas para ajudar as crianças ou adolescentes. Pois, é na escola que a criança tem mais possibilidade de desenvolvimento e aprendizagem diante das experiências vivenciadas na instituição de ensino. Por isso, esse apoio e cuidado é tão importante.

Gostou do nosso conteúdo?

Conheça também a nossa plataforma de cursos online gratuitos, clicando aqui!

Siga nossa página no Instagram @soeducador, postamos conteúdos incríveis lá! 

Referência:

BALDISSERA, Olívia. Os 6 principais transtornos de neurodesenvolvimento em crianças para ficar alerta. Pós-Educação Unisinos. Disponível em: https://poseducacao.unisinos.br/blog/transtornos-de-neurodesenvolvimento#:~:text=Os%20transtornos%20de%20neurodesenvolvimento%20s%C3%A3o,Americana%20de%20Psiquiatria%20(APA). Acesso em: 12 de agost. 2022.

2 thoughts on “Transtornos do Neurodesenvolvimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *